Menu Principal

Invisível: o vinho branco feito de uvas tintas

Degustar uma boa taça de vinho é uma verdadeira experiência gastronômica. O sabor, a textura e o aroma são apenas algumas das características essenciais para uma bebida de alta qualidade. E é na região do Alentejo, em Portugal, que os apreciadores encontram as melhores e mais premiadas opções, como o peculiar Invisível Aragonez Branco da Ervideira.

Produzido nos arredores da bela cidade de Reguengos de Monsaraz, é derivado de um curioso método de preparo, que utiliza uvas tintas em sua composição – a casta Aragonês, a mais tradicional da Península Ibérica. O impressionante resultado é um líquido de tonalidade transparente com nuances rosados, praticamente invisível.

A bebida já foi premiada pela Vivino, uma das mais importantes comunidades de vinhos do mundo. E não é por menos, já que desde a sua colheita se nota todo o cuidado com a produção. Colhidas durante a noite, as uvas são transportadas para uma câmara fria, onde repousam durante 24h. Em sua fabricação ainda são introduzidas leveduras selecionadas e a fermentação ocorre em temperatura minuciosamente controlada.

Seu aroma floral com toques de frutas brancas (melão e pera) deixa a experiência de prová-lo ainda mais saborosa. Levemente adocicado, combina perfeitamente com sushi, peixes defumados e mariscos.

 

Fonte: AFT Comunicação Integrada

Plaenge