O chef Fellipe Zanuto ensina no Cozinhando para o Jeff o tradicional e delicioso bolinho de arroz

Hospedaria Chef - Fellipe Zanuto

Para o Cozinhando para o Jeff de hoje a dica é o tradicional bolinho de arroz. O chef Fellipe Zanuto do restaurante Hospedaria em São Paulo ensina de uma forma prática como fazer essa delícia. Veja só:

Bolinho de arroz

Hospedaria
Chef – Fellipe Zanuto

Tempo de preparo: 60 minutos

Rendimento: 30 bolinhos

Ingredientes:

– 1 kg de arroz agulhinha

– 110ml de óleo de soja

– 250 g de cebola

– 250 g de tomate

– 500 g queijo meia cura ralado

– 125 g de manteiga

– 5 ovos

– 3 colheres (sopa) salsinha picada

– 3 colheres (sopa) cebolinha picada

– Sal e pimenta a gosto

Ingredientes para empanar:

– 500g de farinha de trigo

– 500g de farinha panko

– 5 ovos

Modo de preparo:

Frite a cebola no óleo em fogo médio. Adicione o arroz agulhinha e mexa até ficar transparente. Adicione água, tomate e o creme de leite e deixe o arroz cozinhar em fogo médio até secar. Adicione metade o queijo meia cura ralado. Tempere com sal e pimenta. Adicione a manteiga e bata bem. Retire do fogo e deixe esfriar. Depois, adicione o restante do queijo, a salsinha e a cebolinha picada. Adicione os 5 ovos à mistura fria e mexa com as mãos. Deixe descansar por 12 horas na geladeira. Só depois faça as bolinhas. Empane na farinha de trigo, depois ovos e na sequência a farinha panko. Frite em óleo bem quente.

Sobre Fellipe Zanuto

Fellipe Zanuto, nasceu e cresceu na Mooca. Estudou administração de empresas na ESPM, gastronomia na Universidade Anhembi Morumbi e fez um master em gerenciamento de alimentos e bebidas na Le Cordon Bleu de Sydney, na Austrália. Estagiou no D.O.M., foi cozinheiro da Gastromotiva (instituição que promove a inclusão social por meio da gastronomia) e tornou-se chef de partida na Austrália, onde passou pelo Quay Side Brasserie e pela The Boiller House.

De volta ao Brasil em 2010, cozinhou no Kaá, sob o comando do chef Pascal Valero. Desde 2011 é sócio, chef e responsável pelo sucesso da A Pizza da Mooca. É também o fundador da marca Da Mooca, que fabrica cornicciones, focaccias e massas pré-prontas de pizza. Em 2016 inaugurou o Hospedaria, restaurante inspirado na cozinha dos imigrantes do século 20, e em 2017, o Cantina, um café charmoso no Museu da Imigração. A Da Mooca Pizza Shop foi seu primeiro voo fora do bairro.

Sobre o Hospedaria          

A cozinha do Hospedaria baseia-se em receitas dos imigrantes (em grande parte europeias e, desses, uma maioria indiscutivelmente italiana) do século passado. Gente que ainda não tinha vínculos com São Paulo, que trabalhava demais, que enfrentava condições de vida muitas vezes precárias e que, à mesa, encontrava conforto. E o que ia à mesa? Tentativas de resgatar os sabores familiares com os ingredientes e infraestrutura que se encontravam por aqui. Surgia, portanto, uma cozinha original, paulistana, que hoje o restaurante reflete com todos os seus sotaques.