Madri: Uma cidade para viver intensamente.

A capital da Espanha, é uma cidade cosmopolita que combina seu status de centro econômico e administrativo do país com um rico patrimônio artístico e cultural, evidenciado por meio de palácios, monumentos, praças históricas, museus e belos jardins bem conservados. Depois de desembarcar no Aeroporto de Barajas e se instalar no hotel, o visitante tem boas opções de roteiros para começar a explorar a cidade.

O Centro Histórico, também conhecido como “Madrid de los Austrias”, e sua impressionante Plaza Mayor, por exemplo, são bons pontos de partida. Perto da região histórica fica o chamado “Centro Aristocrático”, com o magnífico Palácio Real: Um monumental edifício do Século XVIII que combina os estilos Barroco e Classicismo. Próximo a ele, na Plaza de Oriente, o Teatro Real e a Catedral de la Almudena formam as principais atrações deste circuito.

Para os fãs de roteiros culturais, Madri oferece mais de 60 museus, com destaque para o Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía, o Museu Nacional do Prado e o Museu Thyssen-Bornemisza.

A animada vida noturna da cidade é outra vocação. Com uma boa variedade de bares, pubs, restaurantes, casas noturnas e espetáculos flamencos.

Confira as principais atrações da surpreendente capital da Espanha:

Palácio Real

Palácio Real – Erguido no Século XVIII sob a ordem do rei Filipe V, no local do antigo e incendiado Real Alcázar de Madri, o palácio é a residência oficial da família real espanhola, embora seja utilizado apenas para cerimônias e eventos especiais. É o maior palácio real da Europa em área construída, com 2,8 mil quartos, 870 janelas e 240 sacadas.

Na parte interna é possível visitar importantes aposentos dos monarcas, incluindo o quarto do rei Carlos III, a Sala do Trono, o Salão dos Espelhos e a Real Farmácia. Já nos arredores da edificação, não deixe de passear pelos Jardins de Sabatini e Campo do Mouro. À frente do palácio se encontra a belíssima Catedral de la Almudena, que levou mais de cem anos para ser concluída e foi inaugurada na última década do século passado, em 1993. Termine o tour por essa região na Plaza de Oriente, onde fica o edifício do Teatro Real.

Passeio da Arte – Também conhecido como o “Triângulo das Artes”, a rota cultural de dois quilômetros de extensão compreende os principais museus da capital espanhola: Museu Nacional do Prado, um dos mais importantes museus do mundo; Museu Thyssen-Bornemisza, com mais de 800 pinturas de várias épocas; e o Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía, dedicado à arte espanhola contemporânea, com obras de Picasso, Joan Miró, Salvador Dali, Juan Gris, entre outros grandes nomes.

Plaza Mayor

Plaza Mayor – Inaugurada em 1620, a praça retangular é um dos pontos mais populares e típicos da capital espanhola. Seus lados norte e sul, com 129 metros de comprimento cada, abrigam a Casa de la Panadería e de la Carnicería. Ao centro, se encontra a estátua de Filipe III. Se estiver com fome na hora da visita à Plaza Mayor, sente-se em um dos bares e restaurantes e experimente as saborosas variedades de ‘tapas’. Outra opção é conhecer o Mercado de San Miguel, um espaço gastronômico que fica bem próximo da praça.

Puerta del Sol – Esta praça central da capital da Espanha concentra vários pontos de interesse turístico, incluindo o famoso relógio da Casa dos Correios que, no dia 31 de dezembro de cada ano, entoa as 12 badaladas do Ano Novo, a placa do Marco Zero do país e a estátua do Urso e do Medronheiro, dois símbolos retratados no escudo da cidade.

Parque do Retiro – Situado no coração de Madri, é uma das áreas verdes mais bonitas. Suas origens remontam ao reinado de Filipe IV, quando o Palácio do Bom Retiro (destruído em 1808) foi construído pelo Conde Duque de Olivares. Entre as áreas mais importantes do parque estão o grande lago com o monumento a Alfonso XII, o Passeio das Esculturas, Palácio de Velázquez e Palácio de Cristal e os jardins “La Rosaleda” e “El Panterre”. Perto do Retiro, não deixe de conhecer a Puerta de Alcalá, um dos monumentos mais famosos de Madri. Ele foi construído entre 1769 e 1778 para celebrar a chegada do rei Carlos III à capital.

Plaza de Cibeles

Plaza de Cibeles – É uma das praças mais belas de Madri, abrigando marcos emblemáticos da capital espanhola, como a Fonte de Cibeles, projetada em 1777 para representar a Deusa romana de mesmo nome, em cima de um carro puxado por leões. Atrás dela fica o majestoso Palácio de Cibeles, onde atualmente funciona a Prefeitura Municipal, um centro cultural, além de um mirante no oitavo andar. Outros edifícios famosos, como o do Banco de Espanha, o Palácio de Linares (Casa da América) e Palácio de Buenavista também estão localizados nesta praça.

Gran Vía – Ligando a Plaza España à Calle de Alcalá, a Gran Vía é a principal artéria turística, comercial e de lazer da cidade. Sua criação, entre 1910 e 1930, marcou o início da modernização da cidade, com a construção dos primeiros arranha-céus do lugar. Entre as edificações famosas estão o Edifício Metrópole, o Casino, Edificio Capitol e o Cine Callao. Além de lojas, a via concentra também restaurantes, teatros, livrarias e cinemas.

 

Para informações sobre planejamento de viagens ligue para Jefferson de Almeida Turismo e Eventos: (67) 9 8425-6330