Iguarias que você deve provar em uma viagem ao Alentejo

A gastronomia do Alentejo, maior região de Portugal, é única no país. O famoso bacalhau, em que as pessoas imediatamente pensam quando se fala de gastronomia portuguesa, perde espaço para outras carnes mais tradicionais da região, e pratos diferentes e deliciosos se espalham por todo seu território.

Como o Alentejo é grande, ocupando praticamente um terço do país, mesmo dentro da região há muita variação nos ingredientes escolhidos, modos de preparo e pratos servidos. Por isso, é possível experimentar iguarias novas a cada destino que se vai.

No litoral, em locais como Troia, Comporta e Sines, as grandes estrelas da culinária são os peixes e frutos do mar frescos. Por lá, pratos com polvo, mexilhões e peixes são destaque. Entre os mais conhecidos estão o saboroso arroz de polvo, que também pode levar camarões, e a sopa de cação, perfeita para esquentar um dia mais frio.

Sopa de Cação – Credito Turismo do Alentejo

Um pouco mais para o interior da região, em Alcácer do Sal, Santiago do Cacém e Grândola, os ingredientes vindos do mar se unem a outros tipos de carne. É o caso do lombo de porco com amêijoas, que são um tipo de molusco. Entre os temperos usados nesta iguaria estão alho, louro e pimentão, e o preparo pode levar também um pouco de vinho branco.

No interior, essas outras carnes ocupam o lugar central na mesa. O famoso porco preto do Alentejo, carneiros e animais de caça, como lebre e veado, são algumas das utilizadas na confecção dos pratos. Cidades como Ponte de Sor, Estremoz e Arraiolos são bons lugares para provar um bom arroz de lebre e as deliciosas bochechas de porco.

No leste alentejano, cidades próximas à Espanha mostram como essa proximidade influenciou a culinária local. O gaspacho, uma sopa fria de tomate típica da Espanha, ganhou um preparo diferente no Alentejo: nele, os ingredientes não são triturados como no país vizinho. Além do tomate, leva pepino, pimentão e pão.

Bochechas de porco – Alentejo

Alguns pratos são populares em qualquer cidade. É o caso do ensopado de borrego, como os portugueses chamam os carneiros jovens. A carne é o ingrediente principal deste prato que também tem batatas e pão. Outra iguaria encontrada em qualquer destino alentejano são as migas, feitas com pão refogado. Cada cidade dá o seu toque especial: em Beja, o prato costuma ter carne; em Évora, aspargos e lombo de porco; e, em Portalegre, diversos cortes de carne de porco.

Para adoçar o paladar, as opções também são variadas. Em Castelo de Vide, vale provar a boleima de maçã, um bolo típico da Páscoa que leva canela, maçã e nozes. Em Elvas, a pedida é a sericaia com ameixas, que esbanja ovos e canela. Por fim, há o doce dourado em Borba, feito à base de amêndoas, pão, gemas de ovos e açúcar. Por onde quer que a viagem passe, haverá delícias para provar!

Sobre o Alentejo

A menos de cem quilômetros de Lisboa, inicia-se a vastidão das paisagens alentejanas. Planícies verdejantes com pores do sol mágicos, sim. Mas também praias de areia dourada, natureza exuberante e lagos magníficos.

Cheio de pequenas vilas que parecem saídas de contos de fada, o Alentejo é a maior região portuguesa – e a mais autêntica também. Seu patrimônio histórico, cultural e arquitetônico impressiona: construções que remontam ao período romano, igrejas e castelos medievais e até mesmo resquícios do período pré-histórico se espalham pelos seus 27.000 km2.

Monsaraz em Alentejo Portugal – Sohadiszno

O litoral alentejano tem algumas das melhores praias do continente europeu, muitas delas perfeitas para a prática de esportes náuticos, outras ideais para um dia em família e um bom banho de sol.

A prática do turismo rural é forte, e aproveitar os dias em hotéis luxuosos e aconchegantes com uma única preocupação – descansar – é uma experiência inesquecível.

Para informações sobre planejamento de viagens ligue para
Jefferson de Almeida Turismo e Eventos:67 98425-6330

Alentejo, Portugal (Zoi Koraki)